As atividades de engenharia, em suas mais diversas modalidades – construção, saneamento, ambiental etc – envolvem uma série de detalhes técnicos, especificações, cálculos, desenhos, fórmulas, escolhas de materiais de construção ou químicos, que podem estar sujeitos a falhas e equívocos involuntários. Uma falha deste tipo ocasiona enormes prejuízos ao serviço executado, ao cliente, e à empresa de engenharia.

Uma forma acessível para proteger profissionais em possíveis falhas nas atividades é o seguro de Responsabilidade Civil Profissional para Engenheiros, que garante a qualidade dos serviços e a responsabilidade técnica na execução, no gerenciamento, na administração, na fiscalização e na supervisão de obras, projetos e serviços a serem realizados. É a melhor forma para o engenheiro se proteger financeiramente dos prejuízos advindos de ações judicias decorrentes de erros profissionais. Caso o segurado precise se defender de uma demanda feita por um terceiro, o seguro de responsabilidade civil para engenheiros garantirá todos os gastos necessários para a defesa, tais como: honorários de advogados, custas judiciais, depósitos recursais, fiança criminal, contratação de peritos, honorários de sucumbência e demais despesas necessárias para que a defesa seja completa e eficaz.

Podendo ser contratado individualmente ou pela empresa em que o profissional trabalha, o seguro de RC Profissional é bastante sofisticado, porque a apólice é feita sob medida. Quem determina a importância segurada é o cliente, que também escolhe as coberturas que mais lhe convêm, em função de preço e abrangência. A seguradora predeterminará as franquias (participações do segurado nos prejuízos), mas o segurado pode definir franquias diferenciadas que, na sua avaliação, serão as mais adequadas, como também os riscos que corre.

Para aceitarem o risco dos seguros de RC Profissional, as seguradoras solicitam informações detalhadas sobre o futuro segurado. É necessário o preenchimento de um questionário que será utilizado para analisar as atividades profissionais desenvolvidas e também para avaliar a empresa na qual a pessoa trabalha ou o tipo de prestação de serviço. Quanto mais complexo for o seguro, mais informações terão que ser repassadas à seguradora para a correta análise do risco.

Por isso, esse tipo de seguro deve ser contratado com o auxílio de um especialista: um corretor de seguros familiarizado com o tipo de negócio a ser realizado. O corretor de seguros é o profissional que pode orientar o cliente na escolha da seguradora e das coberturas que são necessárias em relação aos riscos que podem afetar o seu patrimônio.

Para garantir a cobertura junto à seguradora, é importante que o segurado, assim que vislumbrar uma situação de possível sinistro, já notifique seu corretor de seguros, e o mantenha informado a cada novidade do caso, até um processo judicial ou acordo extrajudicial à seguradora, para que possam ser negociadas as melhores soluções.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.